E24
meixão

Barcelos: MP acusa homem de capturar ilegalmente mais de 80 quilos de meixão

O Ministério Público (MP) acusou um homem, residente na zona de Barcelos, no distrito de Braga, de capturar ilegalmente mais de 80 quilogramas de meixão, uma espécie protegida, foi hoje anunciado.

Em nota publicada na página da Internet, a Procuradoria-Geral Regional do Porto (PGRP) conta que, pelas 22:50, de 24 de fevereiro de 2022, o arguido foi intercetado pelas autoridades policiais “quando transportava, no veículo onde seguia, 280.231 exemplares de meixão, com o peso de 80.066 quilogramas”.

“Tais exemplares tinham sido capturados, de forma ilegal, em lugar não concretamente apurado, e eram transportados pelo arguido para ulterior venda a pessoa não concretamente identificada, por um preço a rondar os 120 mil euros”, refere a PGRP.

O meixão foi apreendido e devolvido ao seu meio natural.

O arguido está acusado de um crime de danos contra a natureza, de um crime de contrabando de circulação e de um crime de contrabando, este na forma tentada.

O despacho de acusação, proferido em 09 de outubro, esteve a cargo do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) Regional do Porto (1.ª secção).

 

Publicidade