E24

Braga: (c/vídeo) Moradores de prédio em risco em Braga continuam sem acesso às suas casas

As oito pessoas retiradas de um prédio na quinta-feira em Braga por eventual risco de desmoronamento continuam proibidas de aceder às suas habitações, até estar concluído um estudo encomendado ao Departamento de Engenharia da Universidade do Minho.

Em comunicado, o município acrescenta o estudo pretende avaliar de risco real do edifício e definir uma proposta de soluções que garantam a segurança de todos os munícipes.

Acrescenta que o estudo se reveste de “um grau de complexidade elevado”.

Entretanto, será assegurado aos moradores uma solução de habitação alternativa.

O comércio localizado nas imediações também se manterá encerrado, estando ainda proibido o acesso pedonal às proximidades do prédio.

Mantêm-se igualmente os condicionamentos de trânsito, nomeadamente o corte parcial da circulação automóvel na Rua Frei Caetano Brandão e na Praça do Município.

Em causa um edifício na Rua Frei Caetano Brandão, onde na quinta-feira foram detetadas, por um lojista, fissuras nas paredes e desabamento parcial do teto.

Publicidade