E24

Futebol: AD Esposende utilizada para alegada burla com jogador brasileiro

Um empresário brasileiro, Paulo Roberto de Oliveira Rodrigues, terá utilizado a Associação Desportiva de Esposende (ADE) para efetuar uma burla.

A notícia é avançada pelo “Fala Portugal”, dando nota ainda que o caso está já na justiça brasileira.

O alegado esquema envolvia a promessa do empresário em colocar Caio, 17 anos de idade, na ADE. Algo que nunca veio acontecer.

A família brasileira do jogador acabou alegadamente lesada em mais de quatro mil euros .

O empresário foi cobrando dinheiro à mãe do jogador, Joseane, para custear a vinda do jogador, assim como a inscrição do mesmo na Federação de Futebol e pagar à ADE.

A família utilizou mesmo todas economia e pedir dinheiro emprestado, para seguir o sonho de Caio, mas nada veio acontecer.

O empresário terá utilizado no nome da ADE para burlar a família, transformando dados do clube esposendense em “convite”.

Em declarações ao “Fala Portugal”, os responsáveis da ADE, nomeadamente ex-presidente, José Sousa, confirmou uma abordagem de Paulo Rodrigues, que se terá apresentado como “scouting” e com quem esteve apenas uma vez fisicamente.

Daqui para a frente Paulo Rodrigues e o clube trocaram mail´s e terá sido aqui que o alegado empresário se apoderou de dados do clube para “burlar” a família brasileira.

 

Publicidade