E24
hospitais

SNS: Urgências novamente limitadas. Hospitais de Braga, Barcelos e Viana afetados

O Serviço Nacional de Saúde enfrenta desafios esta semana, com 38 unidades de urgência operando com restrições, conforme plano divulgado pela Direção Executiva do SNS.

Em Braga, o Hospital enfrentará restrições na ginecologia/obstetrícia e cirurgia geral, com pacientes encaminhados para diversas unidades na região, incluindo Famalicão, Guimarães, Viana do Castelo e São João, no Porto.

Viana do Castelo também terá limitações na ginecologia/obstetrícia e cirurgia geral, com pacientes redirecionados para Famalicão, Guimarães e São João. Constrangimentos na Via Verde AVC e medicina interna também são esperados no hospital de Viana.

O Centro de Saúde de Monção enfrentará dificuldades na urgência básica, com pacientes encaminhados para a Unidade Hospitalar de Ponte de Lima e de Viana.

Em Famalicão, haverá restrições na medicina interna e cirurgia geral, com referência ao hospital São João.

O Hospital de Barcelos terá limitações na cirurgia geral, com referência ao São João. A Unidade Local de Matosinhos enfrentará constrangimentos na cirurgia geral nos dias 27, 29 e 30, referenciando para o São João.

O Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim/Vila do Conde registrará constrangimentos na cirurgia geral e ortopedia durante todas as noites da semana, com pacientes encaminhados para o Porto (São João). Em Penafiel, o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa terá limitações na pediatria e cirurgia, com referência ao São João e Santo António.

No Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga, em Santa Maria da Feira, haverá restrições na pediatria, redirecionando pacientes para o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho.

São João da Madeira não contará com serviço de urgência básica durante a noite de domingo e todo o dia de segunda-feira, sendo possível recorrer ao Serviço de Urgência Médico-cirúrgica de Santa Maria da Feira.

O Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, terá limitações na urgência de ortopedia, redirecionando pacientes para o hospital Santo António, no Porto.

Chaves, também no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, enfrentará dificuldades nas urgências de pediatria e ortopedia durante toda a semana, com pacientes encaminhados para diferentes unidades.

O Hospital de Mirandela, na urgência de cirurgia geral, será referenciado para o Hospital de Bragança.

Publicidade