E24

Sobe para quatro mortos as vítimas do naufraúgio de veleiro ao largo de Santa Cruz

O trágico naufrágio de um veleiro ocorrido ontem nas águas da praia Formosa, em Santa Cruz, Torres Vedras, teve um desfecho ainda mais triste, à medida que o número de vítimas fatais subiu de três para quatro.

A Autoridade Marítima revelou que, durante a operação de remoção do veleiro, que estava a ser preparado como evidência para investigação, foi encontrado mais um corpo, identificado como o de uma mulher.

O comandante José Sousa Luís, porta-voz da Autoridade Marítima Nacional, explicou que os meios de socorro já haviam sido desmobilizados, pois a informação inicial indicava a presença de apenas três tripulantes a bordo do veleiro. No entanto, a triste descoberta elevou o número de vítimas mortais do acidente para quatro.

Embora as idades das vítimas ainda não tenham sido divulgadas, o comandante José Sousa Luís confirmou que três dos corpos são de nacionalidade dinamarquesa, enquanto um dos corpos masculinos aguarda identificação.

O veleiro, de bandeira dinamarquesa, tinha partido da marina de Peniche.

O acidente ocorreu em um momento de extrema agitação marítima, com o distrito de Lisboa, onde se localiza Torres Vedras, sob aviso vermelho devido a ondas de noroeste de até 14/15 metros, fatores que podem ter contribuído para a tragédia.

As autoridades responderam prontamente ao alerta, mobilizando uma embarcação salva-vidas de Peniche e um helicóptero da Força Aérea.

Fotos: Rádio Oeste

Publicidade