E24
A cidade de Braga prepara-se para celebrar a época natalícia com um investimento significativo por parte da Câmara Municipal.

Braga: Empresa precisa de 100 “Pais Natal” e paga em média 130 euros por serviço

Braga: Empresa precisa de 100 “Pais Natais” e paga em média 130 euros por serviço

A escassez de animadores nessa região preocupa, especialmente nesta época festiva.

Os dados apontam para uma crescente procura por animadores de Pais Natal em Portugal, indicando um aumento de mais de 30% nos primeiros dias de novembro em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Segundo a empresa, esse aumento evidencia uma escassez preocupante de oferta no setor.

Em comunicado, a Fixando informou que, dos 550 especialistas que oferecem serviços como Pai Natal através da plataforma, apenas 3% estão atualmente disponíveis para novas marcações nesta temporada de Natal.

No mês de outubro, apenas 46% dos clientes conseguiram encontrar um Pai Natal disponível, comparado aos 67% registrados em 2022.

A situação piorou em novembro, com apenas 31% dos clientes conseguindo agendar um animador para eventos natalícios, conforme constatou a Fixando.

A empresa destaca que a demanda é tão expressiva que seria necessário um acréscimo de “mais mil Pais Natais” para atender aos pedidos esperados até o final do ano.

Bruno Leite, da empresa de eventos Mr. Milk, relatou que o número de eventos de Natal planejados para dezembro aumentou em 70% em comparação com 2022.

Ele atribui esse crescimento ao término da pandemia e ao aumento das atividades e eventos.

Alice Nunes, diretora de novos negócios da Fixando, revelou que o setor paga, em média, 130€ por serviço pela realização desses trabalhos, que ocorrem principalmente aos fins de semana.

Segundo a plataforma, 11% dos cerca de 1.000 postos disponíveis estão localizados no distrito de Braga, representando aproximadamente 100 Pais Natais em falta para animar festas escolares, comércios, festas familiares de Natal, eventos corporativos e feiras, entre outros. A escassez de animadores nessa região preocupa, especialmente nesta época festiva.

Publicidade