E24

(c/VÍDEO) Cabras andavam à solta na Prozis de Esposende e NIT revela vídeo

A NIT revelou esta segunda-feira vídeo gravado na Prozis de Esposende, onde se vê as famosas cabras anãs que Miguel Miilhão, o polémico e excêntrico fundador da marca, levou para o meio – na altura – sede de Esposende.

Video NIT

No vídeo aparece o influencer José Castelo Branco, deitado junto de uma das cabras, depois de Miguel Milhão ter convidado uma série de influenciadores para promover a marca.

O vídeo é agora conhecido, assim como algumas das histórias polémicas contadas por ex-funcionários, que começam a ser contadas depois do Miguel Milhão se ter manifestado a favor da lei norte americana que torna ilegal o aborto em vários estados.

Uma dessas histórias, reveladas pela NIT, conta o momento em que Miguel Milhão levou cabras anãs para viverem no open space da Prozis em Esposende.

Uma piada à Milhão, pois sentia desagrado com a expressão empresa unicórnio (com era apontada a Prozis), Miguel Milhão preferia GOAT, palavra que se pode traduzir para cabra ou Greatest Of All Time.

A NIT conta que a explicação foi dada aos funcionários que não perceberam o motivo das cabras no interior das instalações de forma libre.

“Com este “capricho” veio mais um problema: a sujidade. No segundo dia, quando chegámos ao escritório, havia muitas fezes e mais uma cabra extra. Os animais estavam com liberdade de movimento, então havia sujidade por todo o lado, até onde fazíamos as refeições”, conta a fonte da NIT.

Este antigo funcionário do departamento de informática revela também que o ambiente era pesado, sobretudo por causa da natureza das brincadeiras organizadas por Miguel Milhão.

Publicidade

error: O conteúdo está protegido!!