E24

Clero de Esposende confirma visitas pastorais em 2020

Os sacerdotes que residem ou trabalham nas 15 paróquias do arciprestado de Esposende (oito párocos e cinco não párocos) aprovaram a proposta feita pelo arcipreste, padre Delfim Duarte Fernandes, de calendarização das próximas Visitas Pastorais dos bispos da arquidiocese de Braga ao arciprestado em 2020.

Aquela decisão foi tomada no encontro mantido em S. Bartolomeu do Mar, no passado dia 12 deste mês, que serviu para, entre outras questões, deliberar sobre aquelas Visitas Pastorais ao arciprestado de Esposende.

Assim, de acordo com informação sacerdotal, o calendário ficou assim definido: Rio Tinto, 14 de março; Fonte Boa, 15 de março; Forjães, 21 de março; Belinho, 22 de março; Antas, 28 de março; Mar, 29 de março; Fão, 26 de abril; Marinhas, três de maio; Curvos, nove de maio; Palmeira de Faro, dez de maio; Gemeses, 23 de maio; Gandra, 24 de maio; Vila Chã, 30 de maio; Esposende e Apúlia, 31 de maio.

Segundo a mesma fonte, naquele calendário, foram guardados o dia dois de maio para a peregrinação das crianças ao santuário do Sameiro e o dia 17 de maio para a peregrinação do arciprestado de Esposende ao santuário de Nossa Senhora da Guia, situado na paróquia de Belinho.

Os sacerdotes presentes na reunião discutiram também os critérios de admissão ao sacramento da Confirmação ou Crisma, tendo havido duas posições: «houve quem defendesse que os atuais jovens que frequetam o décimo ano da catequese devem aceder ao Crisma e houve quem dissesse que não. A grande maioria inclinou-se para a primeira posição». Terminada a reunião na residência paroquial, os sacerdotes dirigiram-se para a igreja paroquial de S. Bartolomeu do Mar para celebrar a Eucaristia, que foi de sufrágio por todos os sacerdotes e familiares falecidos que de algum modo estiveram ligados ao arciprestado de Esposende e, neste caso, sufragar de modo especial o último sacerdote falecido, o Padre Jaime Manuel da Silva e Cepa Machado, que foi pároco de S. Bartolomeu do Mar durante cerca de 40 anos. Numa igreja repleta de fiéis, presidiu à concelebração eucarística o cónego Manuel Joaquim Fernandes da Costa e orientou o canto o padre Armindo Patrão de Abreu. No final da Missa, a quase totalidade dos clérigos que participaram na Eucarisita juntou-se para jantar num restaurante de Marinhas.

Publicidade

error: O conteúdo está protegido!!