E24

PCP denuncia problemas graves nos transportes públicos em Esposende

A Comissão Concelhia de Esposende do PCP com o objetivo de alertar para a necessidade urgente de reforçar a rede de transportes no concelho, colocou uma faixa na rotunda da Solidal.

 

“Reiteramos a reivindicação, de longa data, por uma rede de transportes que sirva a população nas suas deslocações quer entre as diferentes freguesias quer entre Esposende e os concelhos e distritos limítrofes. Consideramos que a oferta de transportes públicos é escassa e o grau de cobertura da rede é reduzido, de tal forma que se torna impossível conciliar a utilização de transportes públicos com a ida diária para o trabalho, para estudar ou na deslocação para efetuar tratamentos nos Hospitais Centrais, como é o caso dos doentes oncológicos. Agrava esta situação, a quase total falta de articulação entre os diversos operadores de transportes públicos da região provoca a impossibilidade de intermodalidade”, denuncia o PCP de Esposende.

Manuel Carvoeiro, num depoimento realizado no momento da colocação da faixa, referiu que o poder local, dirigido pelo PSD, nada faz para alterar esta situação e que o poder central, liderado pelo PS, atribui a Esposende financiamento residual não valorizando um concelho tão procurado por turistas.

“O PCP afirma que é urgente implementar uma política de transportes e mobilidade que melhore as ligações intermunicipais, mediante a aplicação de medidas concretas e que irá continuar a bater-se por tais medidas, porque são justas e necessárias para a qualidade de vida das populações, mas também porque uma rede de transportes públicos eficiente tem um caracter estruturante na economia, no ordenamento do território, na defesa do ambiente e no desenvolvimento da região”, destaca Manuel Carvoeiro.

Braga Natal 2022

Publicidade