E24

Ponte de Lima: Morreu o antigo autarca Limiano Francisco Abreu Lima

Francisco Maia de Abreu de Lima, presidente da Câmara de Ponte de Lima entre 1986 e 1990, morreu na terça-feira, aos 92 anos, tendo a autarquia decretado dois dias de luto, que se cumprem hoje e na quinta-feira.

A missa fúnebre ocorre hoje, às 14:00, na Igreja da Misericórdia.

O corpo segue para o cemitério de Arcozelo, terra natal do antigo autarca do CDS-PP, onde vai ser  sepultado.

Francisco Abreu Lima era irmão de João Gomes de Abreu de Lima, que foi o primeiro presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima eleito democraticamente, segundo a Constituição de 1976.

Em nota hoje enviada às redações, a Câmara de Ponte de Lima manifestou “o mais profundo sentimento de tristeza” pela morte de Francisco Maia de Abreu de Lima.

“Um exemplo de cidadania por ter consagrado uma vida inteira ao serviço público, ocupando diversos cargos de direção na administração pública central, sobretudo no âmbito dos serviços associados à Previdência e à Segurança Social”, diz a Câmara.

“No desempenho da atividade profissional e na ocupação de cargos políticos, procurou sempre, em respeito pelos mais elevados princípios da honradez e da dignidade humana, reunir consensos, tendo demonstrado disponibilidade total para servir a sua terra natal e o seu país”, destaca o município.

Uma das medidas mais emblemáticas que tomou foi a recuperação do piso da ponte romana e medieval da vila e a proibição da circulação de veículos naquele monumento nacional.

Entre outras funções, Abreu Lima desempenhou ainda o cardo de secretário do Gabinete do ministro da Economia, na década de 60, do século passado.

Francisco Maia Abreu Lima nasceu a 27 de maio de 1930, na Casa do Antepaço, em Arcozelo, Ponte de Lima, era viúvo e pai de três filhos.

 

Publicidade