empresas de mudança de casa

Braga entre as cidades com maior procura de empresas de mudanças aumentou nos primeiros cinco meses do ano

A procura de serviços de mudanças na aplicação de serviços Fixando aumentou 627% entre janeiro e maio deste ano em termos homólogos, cobrando agora 36 euros por hora, mais seis euros que em 2022, foi hoje anunciado.

Entre as cidades com mais pedidos, Lisboa é a que regista mais pedidos, seguindo-se Vila Nova de Gaia, Braga, Porto e Setúbal, sendo que 26% dos pedidos são de curta distância – até cinco quilómetros –, 18% entre 10 e 15 quilómetros e 17% entre cinco e 10 quilómetros.

Em comunicado, a Fixando refere que 29% dos clientes pretende mudar um T2, 27% um T0 ou T1, 19% um T3 e 19% outro tipo de estruturas, sendo que 40% quer a desmontagem e montagem de mobiliário, 16% o embalamento de pertences em caixas, 24% a arrumação no local de chegada e 8% o serviço com elevador de exterior.

 

Publicidade