E24
camara de viana

Viana: Museu de Artes Decorativas comemora 100 anos

O centenário do Museu de Artes Decorativas foi solenemente comemorado, em Viana do Castelo, com o descerramento da placa comemorativa pelo presidente da Câmara, Luís Nobre.

Com um século de existência, o museu é enaltecido como um marco que influenciou profundamente a cidade e a sociedade civil.

A cerimónia incluiu a inauguração de um painel expositivo que destaca a cronologia de cem anos de dedicação à arte decorativa e um emocionante momento musical proporcionado pelo Quarteto de Cordas Viana d´Arcus.

Em seu discurso, Luís Nobre enfatizou a importância da celebração deste marco cultural: “Celebrar 100 anos é significativo e representa o reconhecimento do papel vital da cultura na identidade de nossa cidade e concelho.”

O edil também elogiou a dedicação da equipa responsável pelo museu, que ao longo dos anos tem preservado e exposto o valioso acervo, permitindo que o Museu de Artes Decorativas ganhasse renome e reconhecimento merecidos.

Luís Nobre destacou que a inauguração do museu em conjunto com a abertura do Elevador de Santa Luzia em 1923 deixou uma marca indelével na cidade e na sociedade civil. Ele ressaltou o desafio contínuo de interpretar e projetar o significado destes espaços culturais no mundo contemporâneo.

Com 7% do orçamento municipal destinado à Cultura, o presidente da Câmara sublinhou o compromisso incansável com a valorização das expressões artísticas e patrimoniais, refletindo a importância que a cultura desempenha na riqueza do concelho vianense.

O Museu de Artes Decorativas, alojado em um solar histórico de notável arquitetura barroca, ostenta uma coleção distinta de mobiliário e louça, incluindo peças dos estilos D. João V, D. José e D. Maria, bem como uma rica seleção de faiança portuguesa. Através deste tesouro cultural, os visitantes podem mergulhar na narrativa artística e criativa que definiu Portugal ao longo dos séculos.

Publicidade