E24

Viana: Rui Serrano da Paz vai ser o novo Capitão de Porto

O Capitão-de-Fragata Rui Miguel Serrano da Paz vai ser o novo Capitão do Porto de Viana do Castelo, sucedendo desta forma a Rui Lampreia.

Serrano da Paz desempenha funções como “vice” da Capitania do Douro e em 2021 assumiu funções de Assessor Militar da Marinha no Núcleo de Assessoria Militar do Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto.

A rendição está marcada para as 17h00 do próximo dia 29 de setembro (sexta-feira)

A portaria de “exoneração” do comandante da capitania de Viana do Castelo, Rui Silva Lampreia, foi publicada em Diário da República (DR), no dia 24 de agosto.

Rui Silva Lampreia tomou posse em setembro de 2021 e não concluiu a comissão de serviço de três anos por ter sido promovido a capitão-de-mar-e-guerra.

 

 

“O cargo de capitão de porto de Viana do Castelo deverá ser provido por um capitão-de-fragata, tendo o atual capitão do porto um posto superior. Assim e, de forma programada, por questões de gestão de carreira dos oficiais da Marinha, torna-se necessário atribuir-lhe um cargo compatível com o seu novo posto”, refere a AMN.

Na portaria, a AMN nomeou para o cargo de capitão do porto de Viana do Castelo, o capitão-de-fragata Rui Miguel Serrano da Paz.

Prestes a completar 50 anos, Serrano da Paz ingressou na Marinha como cadete da Escola Naval de 1992 a 1997.

Especializou-se em submarinos e armas submarinas.

No mar totalizou cerca de 18.000 horas de navegação, tendo exercido diversos cargos, entre 1997 e 2006, embarcado nos navios patrulhas, NRP Rovuma e NRP Limpopo, nas Corvetas, NRP General Pereira D’Eça e NRP Baptista de Andrade, e nos submarinos, NRP Delfim e no NRP Barracuda.

Em terra, entre outras funções, prestou serviço como assessor técnico no âmbito da cooperação técnico-militar com a República Democrática de Timor-Leste.

Desde setembro de 2021, desempenha as funções de adjunto do capitão do porto do Douro, na AMN.

A área de jurisdição da capitania de Viana do Castelo estende-se desde o Forte do Cão, no concelho de Caminha, até à foz do rio Alto, na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, incluindo as águas interiores não marítimas do rio Lima, até à linha da igreja de Vila Mou à torre da igreja de Santa Maria de Geraz do Lima, em Viana do Castelo e, do rio Cávado, em Esposende, no distrito de Braga.

 

Publicidade