E24
UMinho investigação

A maquilhagem é prejudicial para os olhos?

Uso incorreto pode causar secura ocular, conjuntivite e inflamação da pálpebra, adverte especialista

Secura Ocular e Inflamações: A Face Negativa do Mundo da Maquilhagem

A pesquisadora da UMinho Rute Macedo de Araújo adverte que queixas como secura ocular, conjuntivite e inflamação da pálpebra têm sido frequentes nas consultas de visão, muitas vezes atribuídas ao uso inadequado da maquilhagem.

Em entrevista ao E24, a especialista destaca os fatores que tornam a utilização de maquilhagem prejudicial aos olhos.

Causas e Consequências: O Risco do Uso Incorreto

O uso inadequado, higienização deficiente e reações de hipersensibilidade a certos ingredientes são causas comuns dos sintomas oculares.

A longo prazo, alerta Araújo, pode desestabilizar o filme lacrimal, levando à secura ocular e, em casos mais graves, a inflamações do epitélio corneal.

Traumas corneais decorrentes do manuseamento inadequado também são uma preocupação.

Maquilhagem Compartilhada e Produtos “À Prova de Água” Aumentam o Risco

A pesquisadora destaca que o compartilhamento de maquilhagem não é aconselhável, e o uso de máscaras de pestanas à prova d’água torna a remoção mais difícil, aumentando o risco de irritações oculares.

Cuidados Essenciais: Higiene e Consciência na Utilização Diária

A especialista aconselha uma utilização consciente e higiénica da maquilhagem, enfatizando a importância de remover completamente os produtos à noite, manter a higiene dos aplicadores e estar atento aos prazos de validade.

Em casos de problemas persistentes, Araújo recomenda descartar todos os produtos e interromper o uso, especialmente para usuários de lentes de contato.

Estudos em Andamento e Projetos Futuros

A pesquisadora, embora não esteja atualmente conduzindo estudos específicos sobre os impactos da maquilhagem na visão, destaca a presença frequente da problemática do uso inadequado da maquilhagem em pesquisas relacionadas à superfície ocular.

Atualmente, seus projetos focam na compensação visual de pacientes com lentes de contato especiais.

 

Publicidade