E24
motorista portugues apanhado galiza sob efeito droga

Camionista português acusou cocaína e “pouco descanso” em fiscalização da Guardia Civil

A Guarda Civil imobilizou um camião TIR com matrícula portuguesa em A Cañiza, Galiza, depois do motorista ter testado positivo para drogas.

Além deste teste, as autoridades espanholas ainda verificaram “excesso nos tempos máximos de condução” e “duas diminuições nos tempos de descanso”.

A situação foi detetada ontem, quando os agentes do Destacamento de Trânsito da Guarda Civil de O Porriño, realizaram um controle de transporte rodoviário na rodovia A-52, (próximo ao túnel Folgoso -A Cañiza).

Sinais de consumo de droga

Durante a identificação de um condutor de um veículo articulado português, observam que esta pessoa apresenta sinais de consumo recente de drogas, pelo que é realizado um teste de deteção de drogas.

Testou positivo para cocaína (aguarda confirmação laboratorial), e é cidadão português de 31 anos”, confirmou a Guardia Civil ao E24.

Depois de analisar o tacógrafo do trator-reboque, que iniciou a viagem em Santarém e se dirigia a Bilbau, a Guarda Civil detetou diversas irregularidades relacionadas com os tempos de condução e de descanso.

“Especificamente, um excesso nos tempos de condução e duas reduções nos tempos de descanso diário”, referiram as autoridades.

Valores da multa

Em consequência desta situação, os agentes deslocaram o veículo articulado para um posto de gasolina próximo, onde ficou imobilizado até que a empresa tenha outro motorista para assumir o comando do camião.

“A infração por conduzir com presença de droga no corpo é gravíssima e acarreta multa de mil euros e dedução de seis pontos na carta de condução do infrator. As infrações por tempo excessivo de condução e redução do tempo de descanso são classificadas pela Lei dos Transportes de acordo com a sua gravidade e variam entre 100 e 4001 euros”, desta a Guardia Civil.

 

Publicidade