E24

“Palcos Irrequietos” levam trava línguas e lengalengas ao Ouvidoria

Espetáculo “Una, Duna” decorre no domingo, 11 de setembro, no Mosteiro de Tibães. Os “Palcos Irrequietos” levam trava-línguas e lengalengas ao Ouvidoria.

Contos que cantam, cantigas que contam e se podem contar – trava-línguas, lengalengas, impropérios, malucadas. Palavras que dão graça, que dão colo, que são a música, o alento e que trazem lá dentro, quem sabe, os mistérios do mundo.

É o regresso dos Palcos Irrequietos à agenda cultural de Braga, com o espetáculo “Una, Duna” de Ana Sofia Paiva e Marco Oliveira, que decorre já no domingo, 11 de setembro, pelas 11h00, no Mosteiro de Tibães.

Esta edição dos Palcos Irrequietos insere-se na programação do Ouvidoria – Encontro de Contadores de Histórias de Braga, que decorre este fim-de-semana, com um programa para todas as idades.

Até dezembro, os Palcos Irrequietos estão a decorrer em diversos espaços da cidade de Braga. Promovido pelo município e levado a cabo pela Fértil – Associação Cultural, o projeto artístico arrancou em maio.

A infância e a juventude são habitualmente fases de muita irrequietação. É nesta energia, nesta capacidade de inventar e de criar, nesta imaginação fértil que se inspira os “Palcos Irrequietos”, oferecendo espetáculos de elevada qualidade nas áreas do teatro, música, cinema, dança e novo circo, proporcionando momentos artísticos de lazer para toda a família.

A programação completa do Festival Palcos Irrequietos está disponível no portal do município em www.cm-braga.pt<www.cm-braga.pt>

Braga Natal 2022

Publicidade