E24

Esposende aprova orçamento para 2023 de 36,7 milhões de euros

Com o voto de abstenção do socialista Luís Peixoto, o Município de Esposende aprovou, hoje, em reunião do executivo, os documentos previsionais para o ano de 2023, nomeadamente o Orçamento, Grandes Opções do Plano e Mapa de Pessoal.

O Plano de Atividades e Orçamento para 2023 cifra-se num valor global de 36,7 milhões de euros, montante que, somado aos orçamentos das empresas municipais Esposende 2000 e Esposende Ambiente e ao saldo de gerência do exercício de 2022, se eleva a mais de 50 milhões de euros.

“Trata-se, pois, do maior orçamento de sempre, refletindo o crescimento contínuo e sustentado do Município de Esposende e considerando, também, o processo em curso de transferência de competências do Estado para as autarquias locais”, refere o Município em nota publicado no site da Câmara.

Entre os investimentos contam-se a instalação do Ensino Superior no concelho, a concretização dos projetos de Investigação no Forte de S. João Batista e na Estação Radionaval de Apúlia, do Parque da Cidade e do Parque Desportivo e de Lazer Municipal, a execução da segunda fase da requalificação da Escola Secundária Henrique Medina, a construção do Centro de Recolha Oficial de Animais, a requalificação da Estrada Municipal 546 entre Antas e Forjães, a conclusão da Ecovia do Cávado e do Litoral Norte, e a requalificação do Largo Rodrigues Sampaio e do Mercado Municipal.

“O plano de atividades contempla um conjunto muito diversificado de iniciativas, indo ao encontro das expectativas da população, mas tendo sempre em linha de conta a dinamização da economia local e a melhoria da qualidade de vida de todos os munícipes”, diz a autarquia.

O presidente da Câmara, Benjamim Pereira, deixa a garantia de que o Município se empenhará num correto e exaustivo aproveitamento dos diversos quadros comunitários de apoio disponíveis e que pretende candidatar ao que resta do Portugal 2020 o que está concluído e não foi financiado.

Os documentos serão submetidos à discussão e votação da Assembleia Municipal, no próximo dia 15 de dezembro.

Publicidade