E24
lank vilaverdense

Futebol: Farense diz que adeptos foram “emboscados” e “agredidos barbaramente” em Vila Verde

O SC Farense acusou hoje que o adeptos do clube que acompanharam a equipa na deslocação a Vila Verde, Braga, para apoiar a equipa em jogo para a Taça de Portugal em futebol foram “emboscados” e agredidos “barbaramente”.

Segundo o clube algarvio, as agressões aconteceram 30 minutos depois do jogo frente ao Lank Vilaverdense ter acabado, e que os minhotos venceram por 3-2.

Em comunicado, o Farense refere que “sensivelmente meia hora após o fim do jogo, e nas imediações do Estádio Municipal da Cruz do Reguengo, um grupo de adeptos do SC Farense, ao dirigir-se para o autocarro que o transportaria de volta a Faro, foi emboscado por um grupo sensivelmente de 20 a 30 elementos, de rostos tapados e armados com cintos, paus e outros adereços, que o agrediu barbaramente”.

“Os deploráveis, violentos e cobardes atos praticados sobre os nossos adeptos foram reportados às várias autoridades, incluindo o Comandante da GNR, presentes no local, que procederam ao competente relatório da ocorrência, dando início ao processo de inquérito que o SC Farense acompanhará na qualidade de assistente. Face à gravidade do ocorrido, e recordando que o SC Farense durante a presente época fará um sem número de deslocações a clubes nas imediações da cidade de Braga, apela-se às entidades e autoridades competentes para que de forma célere identifiquem e punam exemplarmente os agressores”, escreve o clube de Faro.

Dois adeptos tiveram mesmo que ser assistidos no Hospital de Braga.

“Os adeptos agredidos foram prontamente assistidos no local por equipas de emergência médica e com o apoio da equipa médica do SC Farense. Dois adeptos foram encaminhados para o hospital de forma a realizarem os exames necessários. A todos, o SC Farense agradece o apoio e deseja rápidas melhoras”, termina o comunicado.

A GNR investiga.

Publicidade