E24

Viana: Ruidoso silêncio. PSP e Guarda em vigília frente à Câmara Municipal por melhores condições

O silêncio também fala e hoje “ouviu-se” em frente à Câmara de Viana do Castelo. Ao cair da noite desta terça-feira, dezenas de membros da Polícia de Segurança Pública (PSP), Guarda Nacional Republicana (GNR) e Guarda Prisional uniram forças em uma vigília.

O movimento visa reivindicar melhorias nas condições de trabalho e remuneração para os profissionais da segurança pública.

Os protestos, que têm ganho impulso em todo o país, congregaram milhares de agentes das forças de segurança, tornando-se uma manifestação significativa em prol dos direitos laborais desses profissionais.

“Este protesto em particular, embora tenha ocorrido de forma espontânea, reflete a insatisfação generalizada dentro das fileiras da PSP, GNR e Guarda Prisional”, dizem os elementos da autoridade.

Imagens e vídeo: Arménio Belo

É importante ressaltar que o movimento não foi formalmente organizado por sindicatos, no entanto, uma plataforma composta por sete sindicatos da PSP e quatro associações da GNR foi estabelecida para pressionar por uma revisão nos suplementos remuneratórios das forças de segurança.

PSP Viana do Castelo vigília

As demandas incluem não apenas melhores salários, mas também condições de trabalho mais seguras e adequadas.

Os manifestantes destacam a importância do papel desempenhado por eles na sociedade e reivindicam o reconhecimento de suas contribuições.

PSP Viana do Castelo vigília

A presença conjunta da PSP, GNR e Guarda Prisional em frente à Câmara de Viana do Castelo cria um cenário simbólico, sublinhando a unidade das forças de segurança em sua busca por melhorias significativas.

PSP Viana do Castelo vigília

O desenrolar dos eventos será acompanhado de perto, já que este movimento ganha força como um exemplo notável de mobilização espontânea em prol dos direitos laborais e condições dignas para os profissionais responsáveis pela segurança da sociedade.

Outras cidades também têm tido vigílias das forças de autoridade, como caso de Braga.

PSP Viana do Castelo vigília

Publicidade