E24

Esposende: (c/vídeo) Imagens mostram longas filas provocadas pelas obras da Ponte de Fão

Imagens áreas mostram longas filas na Ponte de Fão, em Esposende na EN13, devido às obras da IP que obrigam ao trânsito fluir em só um sentido e à vez.

Os habitantes dos dois lados do rio Cávado, Fão e Gandra (Esposende), temem que a situação se venha a complicar durante os fins de semana de bom tempo, com a primavera e verão.

Alguns pedem novamente a abertura de via na ponte de A28, à semelhança do que foi feito durante semelhante obra de requalificação da Ponte de Fão, mas aí com o corte total durante vários meses.

A alternativa, para quem vive em Fão, é recuar até Apúlia, seguir na A28 (troço sem portagem), e sair no nó de Esposende, aumentando o trajeto em seis quilómetros só ida. O mesmo para quem é de Gandra e quer ir a Fão.

Esta obra, que ascende a mais de 2,5 milhões de euros, vai obrigar a trânsito alternado regulado por semaforização durante oito meses.

ponte fao

Publicidade